Capa do livro HAICAIS DA VOVÓ de Olga Amorim


HAICAIS DA VOVÓ

Olga Amorim
Carla Pilla
(ilustrações)

Haicais da Vovó é um livro-presente. São quatro netos e netas que se uniram para homenagear, com a edição de um livro para as crianças, sua avó Olga Amorim, haicaísta precisa que no ano de lançamento deste livro em 2017 completou 95 anos.

______

Olga Amorim, sensível e sucinta: uma escritora perfeita
Antonio Bivar

Meu primeiro contato com a obra literária de Olga Amorim foi em 1994. Eu iniciava minha fase de cronista domingueiro no Caderno 2, do jornal O Estado de S. Paulo, e Olga, assinante do periódico, lia o que eu escrevia. Por afinidade eletiva ela enviou, para o endereço do jornal, seu livro de crônicas Dedos de Prosa. Crônicas deliciosas sobre as coisas mais simples do cotidiano sob o olhar de quem nele descobre novidade e magia.

Ali tinha tudo da alma brasileira em pérolas de cores, sabores, aromas, natureza, seres, situações e contatos. E a elegi minha escritora favorita e mestra. Como aluno aplicado que estuda a cartilha. Com o tempo nos tornamos amigos. Eu, como fã de carteirinha de sua obra completa: crônicas, livros infantis e finalmente os haicais. Com seus livros de haicais – Voo de Libélulas e Revoada – Olga Amorim atinge a perfeição como escritora e poeta haicaísta. E neste livro dedicado ao público infantojuvenil, um belo exemplo de que no haicai está a concisão de tudo.

Sobre a autora

Olga Amorim

Nascida em 1922 na cidade de Campo Grande (MS), viveu em São Paulo (SP). Foi poetisa, cronista, escritora de literatura infantil e trovadora. Filha de José e Lúcia Passarelli. Cresceu e se criou cercada de livros na livraria de seu pai. Cursou Ciências e Letras em 1939.Casou-se em 1947 com Jonas Amorim, com quem teve três filhos. Foi avó de quatro netos, teve cinco bisnetos. Autora de outros sete livros. Colaborou em revistas e jornais do interior paulista. Teve publicadas suas trovas, haicais, poesias, contos e crônicas em todo o Brasil e também no exterior. Ganhadora de diversos prêmios e medalhas por seu trabalho literário.